Menu

De frente com as três: Gabriel Campos

Olá gente, hoje é dia de De frente com as três e nosso entrevistado é o Gabriel Campos, que irá nos falar um pouco sobre sua religião: o candomblé, que é uma religião africana trazida para o Brasil.



Como você conheceu a religião? Quando era criança, tinha um amigo meu que os avós eram do candomblé, visitei e falei que quando crescesse iria fazer parte, achei muito bonito.

O que mais te chamou atenção e porque decidiu fazer parte dela? O que me chamou mais atenção foi a hierarquia e o respeito que as pessoas do candomblé tem.

Seus pais são da religião? Se não, como foram pra eles quando souberam que você queria seguir essa religião? Meus pais não são da religião, de início, minha família criticou dizendo que não era de Deus, porém com o passar dos dias viram que continuo sendo o mesmo, ou melhor.

Já sofreu algum preconceito? Já sofri várias vezes, foi em ônibus e até gostei pois fiquei com espaço até de sobra em dois bancos, ninguém queria sentar ao meu lado e me olhava torto porque estava vestido de branco com a conta do meu pai.

O que você tem a falar pra pessoas que tem preconceito com o candomblé? Bom, o que tenho pra falar é o seguinte: cada um tem a sua crença, cada um sabe o que faz, então se acha que é pecado ou coisa ruim, deixe. Prefiro ir pro inferno por acreditar em algo que seja bom pra mim do que ser influenciado por outros.

A quanto tempo você está na religião e alguma vez já pensou em sair dela? Tenho um ano e seis meses, ainda não fiz o feitorio, porém já fiz algumas obrigações. Nunca pensei em deixar a minha religião pois foi a única que me deixou fascinado, o candomblé não é só uma religião, também é uma cultura, temos respeito por tudo, plantas, animais e pessoas. Não podemos retirar uma folha sem pedir permissão.

Teve alguma experiência que mexeu com você? Desde quando entrei na religião tenho experiências e todas mexeram comigo.

É uma religião politeísta ou monoteísta? Acreditamos em um só Deus e que os orixás são forças da natureza, cada orixá tem sua particularidade, cada um tem um papel no mundo.

Para você, existe o bem e o mal? O bem e o mal está dentro da gente, temos momentos de raiva, como de bondade, cabe a gente a querer ser bom ou ruim. Nem toda pessoa é boa e nem ruim, temos momentos.


Nos contem o que acharam nos comentários! Beijos

18 comentários:

  1. Sempre bom conhecer sobre outras religiões. Me sentia muito leiga nesse assunto.

    ResponderExcluir
  2. Incrível como os seres humanos tem preconceito por tudo. Chega a ser inacreditável.

    ResponderExcluir
  3. diferente a entrevista, vamos dizer que fiquei sabendo mais sobre a religiao
    beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa intenção foi essa de mostrar mais sobre o assunto, beijos

      Excluir
  4. ahh, mas que post maravilhoso! gostei muito da entrevista :D beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos felizes em ler seu comentário *-* bjss

      Excluir
  5. Amei o post, podem fazer mais. Beijos!

    www.blogmodaebatom.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar, que já tem outros vindo ai ;) bjs

      Excluir
  6. Eu amei o post, se tem um assunto que amo conhecer é sobre religião.
    Tenho um ponto de vista muito diferente da maioria das pessoas, eu não tenho nenhuma religião, eu apenas absorvo os ensinamentos de cada uma. Meu pai é catolico, minha vó evangélica e meu padrasto é budista e de tudo isso eu pego os ensinamentos e apenas tento fazer o meu melhor.
    Adorei quando ele diz que o bem e o mal está dentro da gente, e eu acredito nisso.
    Beijos.

    http://dearitgirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o mundo tivesse mais gente com seu pensamento seriamos mais felizes! Obrigada, beijos :*

      Excluir
  7. podem postar mais gente!

    ResponderExcluir
  8. Amei seu cantinho já estou seguindo, estou começando agora como blogueira gostaria que visitasse minha pagina e me seguisse, obrigada bjsss
    http://josianecavalli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir