Menu

Seguir em frente

... As vezes não entendemos o quanto uma pessoa é importante para nós, até que sua vida se torna bem resumida a "ele", em estar com "ele ". Quando eu me apaixonei, tudo aconteceu exatamente dessa forma, eu o amava tanto que estar ao lado dele me bastava, sua companhia era tão boa que o tempo passava e eu não percebia. Até que as coisas começaram a mudar... A vontade de estarmos juntos não vinha de ambas as partes, ela era só minha, eu sentia que algo estava acontecendo mas não suportava a ideia de não tê-lo em minha vida. No nosso namoro, as vezes ocorriam tensões, eu não posso negar que agora, parando para pensar, eu, além de possessiva, era a briguenta da relação, ficava louca com minhas crises de ciúmes e por muito tempo achei que a culpa da separação foi minha, não me sentia a vítima, me sentia a culpada por jogar ele para outra, que na minha mente, era uma p*, eu nem a conhecia, mas ela tinha conseguindo tirar ele de mim. E então, em um domingo qualquer "ele" deu um fim ao namoro, disse que não dava mais certo, que precisava de um tempo, queria mais da vida. Eu chorei, como nunca antes. Eu sofri, calada e gritando com o mundo e me sentindo a culpada por tê-lo perdido. Até que em um determinado momento, conversando com amigos próximos ao antigo relacionamento, soube que ele já estava com outra pessoa. Aí eu tive a certeza que ele me traía, não tinha condições de estar com outra pessoa em tão pouco tempo depois que tínhamos terminado. Não me sentiria tranquila até descobrir toda a verdade, tinha que tirar isso a prova, achei a dita cuja no Facebook e falei. E como já deveria ter imaginando, a criatura não tinhas papas na língua ou melhor, nos dedos e disse assim, na lata, que ele estava com ela enquanto namorava comigo. Simples assim! Poxa, quando eu achava que tinha superado, vem a descoberta da traição no final do meu namoro. Olha, eu chorei e sofri, parecia que essa era a maior dor do mundo e que não iria passar nunca. Mas passou, passou porque precisamos aprender alguns pontos em nossa vida, mesmo que o aprendizado nos traga algumas dores. Ninguém é tão importante a ponto de ser o centro de nossa vida, o centro de nossa vida deve ser nosso, não é mesmo?! As pessoas não são nossas e possesão não faz bem a ninguém. Ciúmes demais também é um tipo de possessão. Amor próprio é necessário. E perdoar também... Depois do perdão, eu, além de libertar os dois para que eles não fossem mais motivos de mágoa, me libertei.

14 comentários:

  1. a males que vem para o bem, que já passou por isso, sabe o quanto dói, a pessoa se sente um nada. Mais é melhor que Deus tire do nosso caminho de uma forma dura para que sabemos que haveria volta de maneira nenhuma. Texto simples, mais que resumiu tudo. E se baseia em Seguir em frente... Sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, anônimo. E dói mesmo, mais graças a Deus tudo passa! :)

      Excluir
  2. Primeiro de tudo quero deixar claro que amei seu texto, contudo tente ser mais formal, não deixe que as palavras do dia a dia influencie o seu texto, desculpa mesmo tá é porque tive que falar. Beijos linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela a dica, ficarei mais atenta para não acontecer isso :) Fico muito felix que tenha gostado. :D

      Excluir
  3. Que texto lindo, ruim para ele que perdeu uma pessoa maravilhosa, e de coração tão bom, porque traição não é algo fácil de perdoar, eu sei porque não perdoei, ainda sinto que tenho mágoas, antes lembrava muito da pessoa, hoje nem tanto estou me libertando, você vai ver logo vai ter alguem que seja bom para você que seja uma pessoa que você vai estar feliz do lado
    beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Carol, Obrigada pelas as palavras *--*

      Excluir
  4. Nossa! Forte o seu texto! Já passei por um relacionamento semelhante e é muito desgastante ver algo que podia ser tão bonito ir se perdendo aos poucos e de um jeito que não tem volta...

    Seguindo o blog!
    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil mesmo ver algo indo embora assim, mais o segredo é seguir em frente. :)
      obrigada, vou seguir de volta :)

      Excluir
  5. Com o tempo eu aprendi que o "amor romântico" deve ser bom para ambos as partes, se uma delas não estiver feliz é a hora de abrir mão.
    Já passei por um relacionamento que mesmo sabendo que ele não estava feliz, me fiz de cega só para eu me satisfazer e não sentir aquele vazio.
    Adorei seu texto!
    Beijos

    http://dearitgirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que texto mais lindo! E muito bem escrito! Amei <3
    Beijo

    Dicas para Todas

    ResponderExcluir
  7. adorei este texto e estou totalmente de acordo com a mensagem nele expressa. amor próprio faz falta, ciúmes e possessão não fazem bem a ninguém... por vezes, mesmo que doa, temos de nos saber libertar e seguir em frente :) beijinho

    ResponderExcluir